Apex-Brasil e Câmara de Comércio Árabe-Brasileira fecham acordo para ampliar relações comerciais entre Brasil e países árabes

Data de Publicação: 13/09/2021

Com o intuito de promover o crescimento e a diversificação do comércio árabe-brasileiro, a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Câmara de Comércio Árabe-Brasileira (CCAB) assinaram, nesta quinta-feira (9), um Acordo de Cooperação Técnica.  

O tratado prevê um plano de trabalho conjunto que inclui ações de networking na Expo Dubai, que começa em outubro, curso de qualificação de empresas brasileiras para que adequem processos e produtos aos requisitos legais e critérios determinados para serem reconhecidos em países islâmicos, e a capacitação de startups brasileiras de áreas como segurança alimentar, logística, sustentabilidade, games que desejem se internacionalizar.

Além disso, a medida antecipa a realização de roadshows no Brasil, visando atrair investidores árabes para agendas customizadas em diferentes estados da Federação, tendo como foco o setor público brasileiro. Serão mapeadas ainda as dificuldades e barreiras encontradas por empresários brasileiros que atuam no mercado árabe para negociar nos países da região e posteriormente elaborado estudo para apresentar o passo a passo necessário à instalação nos países árabes.

Para o presidente da Apex-Brasil, Augusto Pestana, que liderou a cerimônia de assinatura ao lado do presidente da CCAB, Embaixador Osmar Chohfi, este é mais um ato que demonstra o espírito de colaboração entre o Brasil e os países árabes. “Existe aqui um plano de ação extremamente denso, com grande potencial de crescimento, e são muitas as oportunidades, dentre elas a certificação Halal, que é uma das frentes de atuação mais interessantes e que vai elevar essa parceria a um novo patamar”, destacou.

A certificação Halal é um documento que atesta que empresas, processos e produtos seguem os requisitos legais e os critérios determinados para serem reconhecidos em países islâmicos. Empresas brasileiras já estão no mercado Halal, composto por produtos lícitos para o consumo muçulmano, mas o acordo prevê a expansão dos produtos brasileiros e a promoção da imagem do Brasil como um importante fornecedor de produtos para este mercado. Para tanto, está prevista a realização de um curso sobre boas práticas e certificação Halal para qualificar empresas brasileiras que já exportam ou tenham interesse em exportar produtos Halal, e a organização do Halal Business Fórum – Brazil, um evento para discutir o crescimento do mercado Halal e as oportunidades que nele existem para as empresas brasileiras.

O presidente do CCAB, Osmar Chohfi, falou sobre o trabalho harmônico entre a CCAB e a Apex-Brasil e ressaltou a necessidade de ampliação de produtos brasileiros no mercado árabe para além das commodities. “Vimos o crescimento exponencial do Brasil no mundo árabe. Hoje, o mercado está muito mais concentrado em commodities e vamos trabalhar junto à Apex-Brasil para diversificar esse comércio e introduzir mais produtos de valor agregado. Também trabalharemos para trazer pequenas e médias empresas para esse comércio, pois elas têm grande potencial e possibilidade de vender”, afirmou.

O chamado “mundo árabe” reúne um total de 22 países: Arábia Saudita, Argélia, Barein, Catar, Comores, Djibuti, Egito, Emirados Árabes Unidos, Iêmen, Iraque, Jordânia, Kuwait, Líbano, Líbia, Mauritânia, Marrocos, Omã, Palestina, Somália, Sudão, Síria e Tunísia.

Expo Dubai

Esta é uma das principais agendas da Apex-Brasil. Portanto, entre os objetivos do acordo recente está o fomento do networking entre brasileiros e árabes na feira universal — que será realizada entre outubro de 2021 e março de 2022 — para incrementar exportações e ampliar investimentos estrangeiros para o Brasil.

Serão promovidas visitas ao Pavilhão do Brasil de representantes de no mínimo quatro países árabes: Arábia Saudita, Egito, Marrocos e Catar. Além disso, serão cedidos espaços no pavilhão brasileiro para ações culturais promovidas e previamente agendadas pela CCAB.

A Expo Dubai é uma exposição universal, evento itinerante que ocorre a cada cinco anos, em que a maior atração são os pavilhões dos países participantes. Este ano, ocorrerá em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, e a expectativa é atrair 25 milhões de visitantes de todo o mundo com o intuito de explorar inovações, ideias, avanços científicos e tecnológicos. Reunirá diversos setores, tais como: empresas privadas, ONGs e instituições governamentais, todas destinadas a discutir negócios, tecnologia, urbanismo, sustentabilidade, ciências, cultura, gastronomia e economia. 

Saiba mais sobre a participação brasileira em https://www.brasilexpodubai2020.com.

Balança Comercial

Em 2020, o valor em exportação da balança comercial entre Brasil e países árabes chegou a US$ 11,47 bilhões. Os países árabes se estabelecem assim como o terceiro principal destino das exportações brasileiras, atrás de China (US$ 67,69 bilhões) e Estados Unidos (US$ 21,46 bilhões) e o quinto em importações (US$ 5,36 bilhões), precedidos por China (US$ 34,04 bilhões), Estados Unidos (US$ 24,12 bilhões), Alemanha (US$ 8,60 bilhões) e Argentina (US$ 7,79 bilhões).

O ouro e a soja merecem ser destacados entre os produtos exportados pelo Brasil aos árabes em 2020. O primeiro alcançou o valor de US$ 381,81 milhões, aumentando 47,4% ante o ano de 2019 e o segundo, US$ 323,12 milhões, com um crescimento significativo de 68,7% no mesmo período de comparação. No que diz respeito aos produtos comercializados entre o Brasil e os países árabes em 2020, as exportações da agropecuária representaram 16,5% do total; os oriundos da indústria de transformação, 70,8% e, os da extrativa mineral, 12,5%.

De acordo com análises e estudos da Apex-Brasil, muitas são as oportunidades de investimentos brasileiros nos países árabes, entre elas estão: energias renováveis (solar, eólica, biomassa, green buildings), agricultura (sistemas para monitoramento de lavoura e pecuária, maquinário, processamento, produção), tecnologia, digital e infraestrutura. Por outro lado, as oportunidades de ampliação do mercado árabe no Brasil se concentram mais em petróleo e gás, desenvolvimento e construção de imóveis e infraestrutura logística (aeroportos, ferrovias, estradas, portos).

Contacte-nos

actc@sindicomis.com.br
(11) 3255-2599


Endereço

Rua Avanhandava, 126 6º andar - 01306-901
Bela Vista - São Paulo - SP


Envie Sua Dúvida

600 Caracteres Restantes

Sua mensagem foi enviada, retornaremos em breve!

Ops. Algo deu errado, tente novamente.