Conheça os diferentes regimes de tributação e saiba qual o melhor para a sua empresa

Data de Publicação: 2018-12-04


O empresário e o contador podem se confundir sobre qual o melhor regime tributário para a empresa em razão da complexidade do sistema brasileiro. Nesse caso, manter-se informado é o melhor caminho, pois a definição do regime determina como será o recolhimento de impostos da empresa.

Atualmente, existem quatro tipos de regimes de tributação no Brasil. A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) apresenta as características de cada enquadramento.

Regimes tributários

Lucro real

Obrigatório para empresas com renda superior a R$ 78 milhões no ano, a modalidade permite que o Programa de Integração Social (PIS) e a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) incidam de forma não cumulativa sobre a receita total da empresa, podendo obter crédito na aquisição e compra de bens e serviços.

Lucro presumido

O Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) e a Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido (CSLL) incidem sobre o lucro estimado, de acordo com a atividade. É permitido para empresas com renda inferior a R$ 78 milhões ao ano.

Simples Nacional

É aplicável às microempresas (ME), com receita bruta anual igual ou inferior a R$ 360 mil, e às empresas de pequeno porte (EPP), com receita bruta até R$ 4,8 milhões por ano.

Microempreendedor individual (MEI)

Abrange empresas com até R$ 81 mil de faturamento por ano.




A FecomercioSP tem uma calculadora que permite ao empresário comparar qual regime tributário é mais benéfico para seu negócio. Acesse o link  http://www.programarelaciona.com.br/empresarios/comercio


Contato

Nosso time está a postos para responder sua dúvida

Rua Avanhandava, 126

6º andar

Bela Vista - CEP 1306-901

São Paulo - SP

11 3255-2599

actc@sindicomis.com.br

600 Caracteres Restantes

Sua mensagem foi enviada, retornaremos em breve!

Ops. Algo deu errado, tente novamente.